comunicacao@ctazm.org.br

Agroecologia e suas histórias: a visita de um antigo companheiro

Pardal fez parte do grupo que fundou o Restaurante Alfa, no fim da década de 70, e que em 1987 se transformou em CTA-ZM. Segundo ele, os tempos eram outros: “No fim da década de 70 a palavra ‘ecologia’ era desafiadora, quase inaceitável, e hoje isso evoluiu. Muitos acadêmicos achavam que o solo era um lugar somente para colocar adubo e semente. Mas já naquela época, a estudiosa Ana Maria Primavesi falava que não, que o solo tinha vida, microorganismos... Me lembro que a Universidade era resistente. Certa vez, a instituição negou o espaço quando trouxemos a Primavesi aqui para palestrar”.

Ele acredita que é um descuido parte da sociedade não se preocupar com a agroecologia e ressalta que, desde a infância, trabalhos devem ser feitos porque as pessoas perderam a conexão com a natureza. “Muito disso se deve a esse tipo de agricultura que é colocado aí, com uma alimentação desequilibrada, contaminada. Penso que eles fizeram isso de propósito para vender a comida estragada e depois, o remédio, para ganhar em todos os pontos”, destacou. Mas Pardal reconhece que nem tudo é retrocesso e fica feliz ao ver que o trabalho iniciado na época do grupo Alfa foi recompensado e melhor, continuado e ampliado.

O engenheiro florestal conta que uma Ecovila está sendo criada na Serra da Moeda, localizada a cerca de 25 km de Belo Horizonte e ele, que atualmente mora na capital mineira, também está participando desse processo. Pardal afirma que a época de faculdade acrescentou muito para suas atividades até hoje. “O que eu mais aprendi em Viçosa foi ter coragem para realizar. O grupo me encorajava, eu via que era possível fazer as coisas, e fizemos realmente. Muitas pessoas estimulam o individualismo, como se o coletivo fosse chato e não desse certo. Para mim o coletivo é a evolução para uma vida melhor” concluiu.

Autor: Weliton Mateus

Onde Estamos


CTA - Zona da Mata

Sítio Alfa - Violeira - Zona Rural

Caixa Postal 128

CEP: 36.570-000

Viçosa-MG

TelFax: (0xx31) 3892-2000