comunicacao@ctazm.org.br

8 anos do Grupo Raízes da Terra: mulheres (re)existindo na luta pela agroecologia

Há 8 anos, em 2011, as mulheres do assentamento rural Padre Jésus se uniam para fortalecer umas às outras, e a partir disso, conquistar espaço na comercialização da cidade. Dessa união, formou-se o grupo de mulheres Raízes da Terra, um meio de transformação de realidade e promoção de autonomia das participantes. Ao longo desses anos, as integrantes do grupo vêm construindo diversas oficinas, cursos e encontros, para compartilhar e ampliar as técnicas e saberes.

Após esses 8 anos de lutas e reconhecimentos, cerca de 25 atuantes do grupo Raízes da Terra se reuniram para comemorar essa conquista. Solange Borges, agricultora familiar que esteve na coordenação do grupo por 3 anos, relatou emocionada o que essa atuação representou em sua caminhada durante tantos anos de participação: “A partir do nosso encontro aqui, eu fui me envolvendo, fui me descobrindo e hoje sou essa pessoa que vocês estão vendo. Participo, falo demais, mas agradeço. Através desse pequeno gesto, grupos, que a gente vai aprendendo de verdade quem a gente é. Esse grupo aqui foi o início da minha caminhada, da minha vida, da minha história”.

Solange Borges, agricultora familiar Sinthia Oliveira, Técnica do Programa de Mulheres do CTA

Sinthia Oliveira, que participou do grupo nos primeiros anos de existência e hoje é Técnica do Programa de Mulheres do CTA, compartilhou como é gratificante ver outras mulheres dando continuidade a um trabalho que ela ajudou a construir: “Quando eu vou embora daqui para Viçosa, de lá mesmo, esse grupo me faz reencontrar o contato com a base. Agora atuo de uma outra forma, dentro do movimento mais regional, mas sempre tenho esse apreço pelo Raízes da Terra. A nossa base, a nossa raiz está aqui.” Sinthia também falou que entende que o momento atual não está fácil, principalmente para as mulheres, mas afirmou “quando nós mulheres temos um grupo unido, ele nos fortalece, pra gente seguir firme na luta”.

A comemoração também teve a participação de Mariana Correia, vice-prefeita de Espera Feliz, que iniciou sua caminhada de liderança nesse grupo de mulheres. De acordo com Mariana “participar do grupo me ajudou a me reconhecer enquanto mulher negra e agricultora, e isso também me possibilitou conquistar outros espaços”. Também ressaltou como o Raízes da Terra é importante para que as mulheres alcancem autonomia política e econômica, e compreendam a importância dos seus trabalhos.

 

Outro parceiro que esteve presente na comemoração de aniversário e troca de gestão do grupo foi Valdeci de Souza, hoje representante da Cresol Espera Feliz. Filho da agricultora Luzia Lima, Valdeci parabenizou o grupo pelo belo trabalho feito nos últimos anos e afirmou: “a gente sabe que é um trabalho muito grande, um desafio. A gente sabe que muitas mulheres vivem o preconceito no dia a dia. E é só a partir do primeiro passo que você consegue se libertar e conseguir novas coisas. E esse grupo representa o primeiro passo para muitas mulheres terem essa autonomia”. Além disso, declarou que como parceiros, o grupo pode contar com a cooperativa “enquanto representante da Cresol, no que a gente puder ajudar, sempre estaremos à disposição para contribuir nessa luta das mulheres”.

Após tantas declarações que marcaram o início das comemorações, Solange convidou as companheiras de atuação para iniciarem a troca de gestão. A nova chapa foi formada pelas associadas: Armezina como coordenadora e Maura vice coordenadora; Victória como secretária e sua mãe Lucinéia vice secretária; Letícia é nova tesoureira e Elizabete a vice tesoureira.

Colaboradoras da gestão anterior Nova chapa do Grupo Raízes da Terra

Ao finalizar esse momento, Solange reiterou a importância do grupo de mulheres e de sempre estarem unidas para se manterem fortes: “As mulheres que estão aqui hoje em dia, são as mulheres que acreditam que um grupo de mulheres é para orientar, para formar, aprender, capacitar. Então esse grupo trabalha assim, com simplicidade, uma ensinando a outras, passando valores”, afirmou.

Nas comemorações de aniversário do Raízes da Terra, as mulheres levaram presentes para serem sorteados e a gestão antiga presenteou cada integrante com um caderninho de receitas, feito com a colaboração do Programa de Mulheres do CTA e panos de prato personalizados feitos pela companheira Elza, do Movimento de Mulheres de Muriaé. Também teve bolo com direito a parabéns ao grupo, que se mantém firme até hoje graças a dedicação e atuação de cada companheira envolvida, que acredita no potencial transformador que possuem juntas.

 

O encontro, marcado por muito afeto, teve ainda um chá de bebê organizado pelas agricultoras para Patrícia, que em breve poderá levar o Kauã para participar dos encontros do grupo, junto com as outras crianças que também acompanham suas mães.

Nós da equipe do CTA, parceiros do Raízes da Terra, desejamos às atuantes do grupo muita força e coragem para seguir na luta pela conquista e defesa dos direitos das mulheres agricultoras!

Autor: Lara Viana

Onde Estamos


CTA - Zona da Mata

Sítio Alfa - Violeira - Zona Rural

Caixa Postal 128

CEP: 36.570-000

Viçosa-MG

TelFax: (0xx31) 3892-2000